Postado em 26 de Julho de 2018 às 16h22

Argos presente em evento internacional

Notícias em destaque (318)

A professora da Unochapecó e coordenadora da Editora Argos, Rosane Silveira, participou no mês de junho, deste ano, do II International Symposium on Teaching Portuguese as an Additional Language (II SINEPLA – Simpósio Internacional sobre o Ensino de Português como Língua Adicional). O evento foi realizado na King’s College London e teve como tema: “Cultura e Diversidade no Ensino de Português como Língua Adicional”. O evento foi constituído pela troca de experiências entre pesquisadores, e consolidou-se por meio de conferências, mesas-redondas e apresentações individuais. Desse modo, durante o evento, a coordenadora teve a oportunidade de divulgar as pesquisas publicadas pela Argos Editora da Unochapecó.

De acordo com a coordenadora, o simpósio, realizado em Londres, reuniu pesquisadores do mundo todo, e, portanto, “a socialização das suas pesquisas realizadas teve um caráter ímpar, foi um privilégio enquanto professora poder estar lá e mostrar também o trabalho da nossa Editora como difusora de pesquisas produzidas na nossa universidade, na reunião, nacional e internacionalmente”. As publicações da Argos foram compartilhadas com pesquisadores da própria King’s College, com participantes de Portugal, Suíça, entre outros. A coordenadora acrescenta que, “sempre que tivermos a oportunidade, estaremos lá, mostrando o trabalho da Editora da Unochapecó, compartilhando o conhecimento produzido”. Ainda para a coordenadora, “esse tipo de ação contribui para o movimento de internacionalização da nossa universidade”.

Veja também

Livro conta história que marcou Chapecó em outubro de 195026/04/16 Os acontecimentos de outubro de 1950, que resultaram na prisão, tortura e linchamento de quatro pessoas em Chapecó, marcaram para sempre a história da cidade. Durante anos, o assunto foi proibido e o fato somente teve publicação maior em O Cruzeiro, a principal revista ilustrada brasileira do século XX. A jornalista, professora e escritora Monica Hass começou a......
“Antes do oeste catarinense”06/10/16 Desde as publicações mais antigas até a década de 1990, a maior parte do que vinha sendo produzido voltava-se para o estudo de sociedades pré-coloniais que viveram no litoral. Essa situação começa a se......

Voltar para Notícias