Postado em 20 de Novembro de 2019 às 16h24

Livro da Editora Argos recebe prêmio da Academia Brasileira de Letras

Notícias em destaque (318)

Seja em prosa ou verso, ficção ou realidade, a literatura é, sem dúvidas, a melhor maneira de conhecer outros lugares. Essa arte nos permite viver outras vidas e aprender mais sobre a história de nossa sociedade através das narrativas de diversos autores. Por isso, nada mais justo do que homenagear quem estuda a arte das histórias há quase cinco décadas. No dia 19 de novembro, o professor e escritor Roberto Acízelo de Souza recebeu o Prêmio Senador José Ermírio de Moraes, da Academia Brasileira de Letras, pelo livro “E a literatura, hoje?”, publicado pela Argos Editora da Unochapecó.

A obra reúne trabalhos representativos dos estudos do autor. São ensaios e entrevistas, produzidos entre 2014 e 2016, que abordam diversos temas e objetos. Ao longo das páginas, o livro trata de questões literárias e sócio-político-culturais da atualidade, como o lugar da literatura e das humanidades na era da diversidade. Apesar da objetividade e rigor típicos da escrita acadêmica, os textos são claros e fluentes, o que facilita a leitura para públicos de diversas formações.

Além de escritor, Acízelo é um dos principais nomes de Teoria da Literatura e Literatura Brasileira do país, e é professor universitário desde 1977. Das dezenas de livros já publicados, seis foram com a Argos. O primeiro deles, “Uma Ideia Moderna de Literatura”, foi lançado há oito anos, já esgotado, teve nova reedição em 2018. Desde então, a parceria já resultou em prêmios importantes, como o Jabuti, considerado o mais tradicional do país, e concedido à obra “Do mito das Musas à Razão das Letras”, em 2014.

Para a assessora da Argos, professora Rosane Meneghetti Silveira, a homenagem da Academia, assim como de outras premiações, é fundamental para o reconhecimento da importância da Editora. “Receber o Prêmio Senador José Ermírio de Moraes, um dos mais relevantes prêmios da Literatura e que tem contemplado, por meio da Academia Brasileira de Letras, autores renomados, é importante porque divulga o trabalho da Argos e leva o nome da Unochapecó para outros espaços”, ressalta. A premiação foi realizada no Salão Nobre do Petit Trianon, no Rio de Janeiro.

Veja também

O referente errante: The Waste Land e sua Máquina de Teses10/04/18 André Cechinel é professor, tradutor e doutor em literatura. Como tradutor, transpôs para o português autores como James Joyce, Linda Hotcheon e Jodith Butler. Nesta obra, André apresenta sua análise sobre T. S. Eliot.A obra O referente errante: The Waste Land e sua Máquina de Teses foi produzida em parceria com a Editora da Unesc e apresenta a performance de um poema......
Projeto Escola + Capacitada03/09/19 A Argos Editora da Unochapecó tem a alegria de apresentar a “Escola + Capacitada”, uma ação que poderá contribuir para a qualificação dos professores de Educação Básica, para a......

Voltar para Notícias