Postado em 04 de Julho de 2019 às 15h38

“Ciclos econômicos regionais: modernização e empobrecimento no Extremo Oeste catarinense”

Notícias em destaque (318)

Em meio a terras hospedadas por pequenas propriedades de agricultura familiar no Oeste Catarinense, a obra inicia um estudo histórico-cultural abordando desde o período de colonização até os dias atuais, mostrando como o passar do tempo influenciou parte do sistema de rotação de terras que contribuiu aos poucos para a redução da produtividade agrícola e até mesmo o êxodo rural na região. Esta obra, através dos ciclos econômicos da região, procura desvendar grande parte da história do Oeste Catarinense.

Partindo dos ciclos que constituem a economia da região, o livro procura respostas sobre o desenvolvimento de agricultura regional, da erva-mate, da madeira e o setor agroindustrial. Através de entrevistas sobre a vida e cotidiano vivido pelos colonos da região, esta obra revela as experiência deles em relação à tradição e seu contraposto, a modernidade. A obra aborda, assim, questões realistas sobre a agricultura local e como ela é praticada, tentando obter respostas se os métodos tradicionalistas de trabalho são capazes de sobreviver ao desenvolvimento frenético da agroindústria atual.

Sobre o autor 

Paulo Ricardo Bavaresco possui graduação em História pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (2000), mestrado em Desenvolvimento Regional pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (2002) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2010). Atualmente, é professor titular e pesquisador na Universidade do Oeste de Santa Catarina – Campus de São Miguel do Oeste. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Latino-Americana, Sociologia, com destaque para políticas públicas, e Antropologia nas relações culturais. É coordenador do Grupo de Pesquisa Território, Memória e Espaço Regional e desenvolve pesquisas na área de Educação, Políticas Públicas e Diversidade Cultural.

Veja também

Livro conta história que marcou Chapecó em outubro de 195026/04/16 Os acontecimentos de outubro de 1950, que resultaram na prisão, tortura e linchamento de quatro pessoas em Chapecó, marcaram para sempre a história da cidade. Durante anos, o assunto foi proibido e o fato somente teve publicação maior em O Cruzeiro, a principal revista ilustrada brasileira do século XX. A jornalista, professora e escritora Monica Hass começou a......
Unochapecó realiza nomeação da Biblioteca06/08/19 Gabriel Kreutz* A Biblioteca da Unochapecó é conhecida por possuir um dos maiores acervos do oeste catarinense, com mais de duzentos mil títulos. Porém, o abrigo de tanto conhecimento, em 49 anos da Instituição, ainda......

Voltar para Notícias