Postado em 27 de Outubro de 2020 às 16h24

Lançamento da obra "1968: O Futuro do Passado"

Notícias em destaque (318)

A obra "1968: O Futuro do Passado", com organização de André Cechinel e Eduardo Subirats, tem como propósito não só prestar uma homenagem ao cinquentenário do emblemático ano, assim como reafirmar e celebrar a dimensão utópica e revolucionária das revoltas de 68. Os episódios ocorridos nesse ano consagraram uma força política civilizatória dirigida contra um presente anti-humano e irracional, marcado pelas guerras contínuas e pela negação da consciência política por meio de instituições autoritárias e de uma democracia do consumo.

Ao longo da obra os organizadores ao afirmar a dimensão utópica de 68, busca-se tanto revisitar a crítica à fissura entre passado e presente quanto relembrar e vislumbrar a presença viva de uma força unificadora e transformadora, responsável por conceber uma resposta criativa ao esvaziamento da vida no neoliberalismo contemporâneo.

O livro é resultado da coedição da Editora Unesc com a Editora Argos. O lançamento acontece hoje (27/11/2020), às 17h30 durante a programação da XI Semana de Ciência e Tecnologia – SCT. O lançamento tem como objetivo promover a socialização do conhecimento, e a divulgação das publicações, além da visibilidade do trabalho realizado pelos organizadores e autores presentes no evento.

Acompanhe a transmissão do lançamento coletivo ao vivo através do link: <https://youtu.be/4JeoxlLi94A>.

Veja também

Argos lança obra no II Congresso Ibero-Americano12/05/16 Durante os dias 18, 19 e 20 de maio de 2016, acontece o II Congresso Ibero-Americano, que em sua segunda edição pauta a temática Políticas de Formação nestes países. O Congresso coloca em debate questões relativas às políticas de formação nos campos de atuação específicos, que envolvem as Humanidades,......
Argos disponibiliza Anais do Cogecont05/04/18  A Argos Editora da Unochapecó disponibilizou os Anais do II Congresso de Gestão e Controladoria da Unochapecó (COGECONT). A proposta do congresso era difundir os conhecimentos relacionados à Área de Ciência......
“Filosofia do como se”15/07/16 Hans Vaihinger (1852-1933) concebeu o primeiro estudo sistemático da ficção na cultura alemã, a filosofia do como se. Junto com a antropologia literária de Wolfgang Iser, “A filosofia do como se” é a......

Voltar para Notícias