Postado em 28 de Outubro de 2016 às 16h21

“Voto é marketing, o resto é política”

Notícias em destaque (318)

Em 1992, para titular um livro editado por Rodolfo Grandi (UFPA), o professor Cid Pacheco (UFRJ) criou este aforismo bem-humorado, que ganhou notoriedade. Mais tarde, a professora Lucia Reis (UFRJ) acrescentou-lhe uma sábia interrogação: “Voto é Marketing?” – que passou a designar a série de seminários, de grande repercussão, realizados pelo Núcleo de Marketing (Numark) da ECO – Universidade Federal do Rio de Janeiro. Por cautela, melhor manter a pergunta: voto é marketing? A resposta será sempre dada pelo eleitor. Nas urnas. O resto é política…

A obra, intitulada “Elementos de comunicação e marketing político”, aborda a intersecção entre Comunicação, Marketing e Política, sob o olhar do organizador Vagner Dalbosco, mestre em Ciência da Informação, atualmente professor titular da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó). O organizador reúne textos de reconhecidos pesquisadores brasileiros, alguns deles com trajetória em campanhas eleitorais e assessorias no Brasil e no exterior. Cada texto traz consigo diferentes elementos do marketing político, que por sua vez é rico em conteúdo. A obra desenvolve a trama do jogo político através do “xadrez” e explica como e por que o marketing faz toda a diferença no contexto social. Os textos reunidos na obra abrangem uma série de elementos constitutivos do ambiente agressivo que é a política e evidenciam que a comunicação e o marketing político não são para amadores. 

Veja também

“A tradição literária brasileira: entre a periferia e o centro”28/02/19 O século XXI pode abrir novos aspectos promissores em relação aos estudos literários. Este é o grande objetivo de A tradição literária brasileira: entre a periferia e o centro. Com diversos textos assinados por grandes pesquisadores do País, o livro ocupa-se com obras em circulação de diferentes momentos e recorre a diferentes matrizes......
Contra o individualismo no capital social09/05/16 “Fundamentos teóricos do capital social”, do sociólogo Silvio Salej Higgins, é o resultado de uma tentativa de sistematização das perspectivas de análise dos principais mentores do capital social nas......

Voltar para Notícias